domingo, 20 de setembro de 2020

Supertaça Masc.: AJ Fonte do Bastardo falha acesso à final

A equipa da Associação de Jovens da Fonte do Bastardo não conseguiu a ambiciosa passagem à Final da Supertaça Masculina 2020, ao perder ontem, em Gondomar, o confronto decisivo frente ao Sporting de Espinho por 1-3.

Frente a um adversário difícil, a equipa açoriana acabou por entrar mal no encontro, nomeadamente em termos de serviço e ataque, o que acabou por trair o esquema delineado pelo técnico João Coelho.


O jogo começou sob o signo do equilíbrio, com ambas as equipas a capricharem no serviço, mas também a cometerem alguns deslizes. Dois desses deslizes, protagonizados pelos açorianos no serviço e ataque, deram mais ânimo aos tigres da Costa Verde, que facturaram por Dinis Leão (10-13).

O SC Espinho foi crescendo e somando pontos atrás de pontos; Filip Cveticanin, depois de um bloco, atacou ao centro da rede para colocar o resultado em nove pontos de diferença (11-20), sentenciando o desfecho do parcial: 16-25.

No segundo set, o equilíbrio prevaleceu desde os momentos iniciais, embora com um ligeiro pendor para o lado da Fonte do Bastardo. Um bloco de Robson Gomes marcou a recuperação do Sporting de Espinho, que igualaria aos 9 pontos e passaria para a frente do marcador pouco depois.

Depois, foram os açorianos a passar para a frente, mas as igualdades eram constantes, com a eficácia das acções ofensivas, quer no serviço quer no ataque, a fazer a diferença para o lado da equipa de João Coelho.

Recuperação e um serviço feliz de João Pedro Monteiro deram vantagem aos espinhenses, prontamente anulada por Hélder Spencer. Dinis Leão ainda reduziu e igualou aos 23 pontos.

Um serviço falhado pelos espinhenses colocou-os no fio da navalha e Vítor Pinto reuniu com os seus pupilos. Dinis voltou a igualar, desta vez aos 24 pontos. Antony Gonçalves deu novo fôlego aos açorianos (25-24) que desperdiçaram o serviço.

A toada de parada e resposta terminaria aos 27-25 e favorável à AJ Fonte do Bastardo.

No terceiro set, o bloco espinhense fazia a diferença e os tigres aproveitavam para se distanciar.

Um bloco, mas este de Bruno Jesus, aproximou a Fonte do Bastardo. Mais um bloco, de Gabriel Andrade, permitiu que o SC Espinho fugisse novamente.

Novo bloco de Robson Gomes colocou o Espinho à beira do triunfo, qua acabaria por concretizar aos 18-25, selado por Dinis Leão no ataque.

Ciente da importância deste set, os terceirenses chegaram-se à frente, mas o SC Espinho, motivado com um bloco de Cveticanin, aproximou-se perigosamente. Dinis Leão igualou à passagem dos 11 pontos e um bloco triplo colocou o SC Espinho na frente do marcador. Com Dinis a facturar no ataque, o SC Espinho voltou a trilhar o caminho da vitória e a selar a passagem à final da Supertaça com mais um bloco. Resultado de 19-25.

 

A meia-final a disputar entre o SL Benfica e o Sporting CP foi adiada para "data a comunicar oportunamente" pela Federação Portuguesa de Voleibol (FPV), que assim decidiu no "cumprimento das normas regulamentares".

A final, disputada entre os vencedores das meias-finais – inicialmente agendada para as 15h00 de domingo – será disputada em data a determinar.


Para a Fonte do Bastardo fica o bom registo e indicações muito positivas para o Campeonato Nacional da I Divisão.


Supertaça Masculina

Série A
1ª Jornada – 11/09/2020
AA São Mamede 0x3 SL Benfica (11-25 / 14-25 / 13-25)

2ª Jornada – 12/09/2020
SC Espinho 3x0 AA São Mamede (25-21 / 25-22 / 25-21)

3ª Jornada – 13/09/2020
SL Benfica 3x0 SC Espinho (25-17 / 25-20 / 25-18)

Série B
1ª Jornada – 11/09/2020
Leixões SC 0x3 AJ Fonte do Bastardo (20-25 / 15-25 / 20-25)

2ª Jornada – 12/09/2020
Sporting CP 3x0 Leixões SC (25-15 / 25-13 / 25-21)

3ª Jornada – 13/09/2020
AJ Fonte do Bastardo 3x2 Sporting CP (26-28 / 25-18 / 25-20 / 20-25 / 15-13)

Meias-Finais - 19/09/2020
SL Benfica x Sporting CP (Adiado)
AJ Fonte do Bastardo 1x3 SC Espinho (16-25 / 27-25 / 18-25 / 19-25)

Final - 20/09/2020 (Adiada)

CD Marienses despede-se da Fase Final com derrota frente à AA Espinho

O Clube Desportivo “Os Marienses” despediu-se na tarde de ontem da Fase Final, ao perder frente à Associação Académica de Espinho por 3-0, no quarto e último jogo de acesso à I Divisão Masculina de Voleibol.

Os açorianos, que concluem a sua participação no quinto e último lugar sem qualquer ponto conquistado, ainda deram boa réplica, mas acabaram por ceder, perdendo pelos parciais de 25-14, 25-14 e 25-18.

Os comandados de David Reis viram agora as suas atenções para o Campeonato Nacional da II Divisão Masculina – Zona Açores, que tem início no fim de semana de 17 e 18 de Outubro frente à ADRE Praiense.

Quanto à subida à I Divisão, ficou bem patente que há três candidatos para dois lugares e que tudo se decidirá na derradeira jornada, agendada para as 19h00 deste domingo, quando a AA Espinho enfrentar o CD Póvoa, única equipa ainda invicta.


Jogos de Acesso à I Divisão Masculina 

1ª Jornada – 11/09/2020

GC Santo Tirso 0x3 Ala de Nun’ Álvares de Gondomar (20-25 / 23-25 / 20-25)

CD Marienses 0x3 CD Póvoa (5-25 / 13-25 / 12-25)

2ª Jornada - 12/09/2020

CD Marienses 0x3 Ala de Nun' Álvares de Gondomar (18-25 / 20-25 / 20-25) 

3ª Jornada - 13/09/2020

Ala de Nun' Álvares de Gondomar 0x3 CD Póvoa (14-25 / 18-25 / 19-25)

AA Espinho 3x1 GC Santo Tirso (25-17 / 23-25 / 25-15 / 25-17)

4ª Jornada – 18/09/2020

Ala de Nun’ Álvares de Gondomar 3x1 AA Espinho (23-25 / 25-19 / 25-18 / 26-24)

GC Santo Tirso 3x0 CD Marienses (25-21 / 25-17 / 25-23)

5ª Jornada – 19/09/2020

AA Espinho 3x0 CD Marienses (25-14 / 25-14 / 25-18)

CD Póvoa 3x0 GC Santo Tirso (25-16 / 25-18 / 25-20)

6ª Jornada – 20/09/2020

CD Póvoa x AA Espinho

sexta-feira, 18 de setembro de 2020

Derrota frente ao GC Santo Tirso

A equipa masculina do Clube Desportivo “Os Marienses” perdeu, no decorrer desta tarde, por 3-0, frente ao Ginásio Clube de Santo Tirso, no terceiro jogo de Acesso à I Divisão Masculina de Voleibol.

Numa partida disputada na Nave Ilídio Ramos, em Matosinhos, o conjunto orientado por David Reis voltou a não conseguir triunfar na prova, apesar do equilíbrio em muitos momentos dos sets, ficando demonstrado que com humildade e raça vão seguramente atingir os objetivos propostos.

A formação de Santa Maria perdeu o referido jogo pelos parciais de 25-21, 25-17 e 25-23.

Amanhã, o CD Marienses fará o seu último jogo na competição frente à Associação Académica de Espinho. A partida está agendada para 17h00 (16h00 nos Açores), novamente na Nave Ilídio Ramos - - Centro de Congressos e Desportos de Matosinhos.


Jogos de Acesso à I Divisão Masculina 

1ª Jornada – 11/09/2020

GC Santo Tirso 0x3 Ala de Nun’ Álvares de Gondomar (20-25 / 23-25 / 20-25)

CD Marienses 0x3 CD Póvoa (5-25 / 13-25 / 12-25)

2ª Jornada - 12/09/2020

CD Marienses 0x3 Ala de Nun' Álvares de Gondomar (18-25 / 20-25 / 20-25) 

3ª Jornada - 13/09/2020

Ala de Nun' Álvares de Gondomar 0x3 CD Póvoa (14-25 / 18-25 / 19-25)

AA Espinho 3x1 GC Santo Tirso (25-17 / 23-25 / 25-15 / 25-17)

4ª Jornada – 18/09/2020

Ala de Nun’ Álvares de Gondomar 3x1 AA Espinho (23-25 / 25-19 / 25-18 / 26-24)

GC Santo Tirso 3x0 CD Marienses (25-21 / 25-17 / 25-23)

5ª Jornada – 19/09/2020

AA Espinho x CD Marienses

CD Póvoa x GC Santo Tirso

6ª Jornada – 20/09/2020

CD Póvoa x AA Espinho

Challenge Cup: AJ Fonte do Bastardo disputa os dois jogos na Turquia

Foto: Jorge Cabral

A Associação de Jovens da Fonte do Bastardo vai disputar os dois jogos dos 16 Avos-de-Final da CEV Volleyball Challenge Cup 2021, com o Ziraat Bankasi Ankara, na Turquia, nos dias 11 e 13 de Novembro (19h00 locais), após o acordo entre os dois clubes ter tido o aval da Confederação Europeia de Voleibol (CEV).

Na época passada, os comandados de João Coelho foram eliminados na segunda ronda pelo Rennes Volley 35 (derrotas por 3-0 em casa e 3-1 fora).
Na prova, os açorianos obtiveram o melhor resultado na época 2018/2019 quando atingiram os 1/4 de Final, sendo eliminados pelo Sporting CP.

quinta-feira, 17 de setembro de 2020

Supertaça Fem.: Clube K volta a perder e fica pelo caminho


O Clube Kairós perdeu na tarde do passado domingo, por 3-2, frente ao Porto Vólei em jogo da terceira e última ronda da primeira fase dos jogos de Acesso à Final da Supertaça Feminina de Voleibol.

As açorianas entraram bem no jogo, tendo amealhado uma ligeira vantagem, prontamente anulada pelas portuenses, que davam assim a entender que a luta iria ser dura... E foi!
A equipa orientada por João Carronha voltou a pressionar, sobretudo através de um serviço agressivo, e colocou-se novamente na dianteira do marcador.
Uma má recepção tornou tudo ainda mais complicado para o Porto Vólei, que viu o seu adversário distanciar numa altura crucial. Um ataque para fora aproximou ainda mais as açorianas do triunfo, que acabaria por ser selado com o resultado de 18-25.

Nada feliz com este desfecho, a equipa de Hélder Andrade entrou de rompante no segundo parcial e fechou o set com um resultado inusual entre equipas desta valia: 25-9.

As portuenses continuaram a controlar as operações no terceiro set: primeiro, construíam uma pequena vantagem, de três/quatro pontos, que iam robustecendo até ao triunfo final por 25-17.

No quarto parcial, as açorianas entraram com tudo e mantiveram a distância até à vitória por 20-25.

No derradeiro set, as portuenses, que estiveram a perder até aos 7-7, deram a volta por cima, facturando uma boa série de pontos consecutivos, o que lhes permitiu a vitória e o apuramento para a final, a disputar pelas 19h00 do dia 18 de Setembro, no CDC Matosinhos, com a AJM/FC Porto, vencedora da Taça de Portugal 2020.

Supertaça Feminina

1ª Jornada – 11/09/2020
AVC Famalicão 2x3 Porto Vólei 2014 (25-27 / 25-22 / 26-24 / 21-25 / 4-15)

2ª Jornada – 12/09/2020
Clube Kairós 2x3 AVC Famalicão (25-21 / 22-25 / 27-25 / 23-25 / 12-15)

3ª Jornada – 13/09/2020
Porto Vólei 2014 3x2 Clube Kairós (18-25 / 25-9 / 25-17 / 20-25 / 15-9)

Supertaça Masc.: Meias-Finais com com o 1º lugar assegurado

Foto: Jorge Cabral
A Associação de Jovens da Fonte do Bastardo conquistou, no passado domingo, o primeiro lugar da Série B da Supertaça Masculina de Voleibol 2020, depois de vencer o Sporting CP, por 3-2, no Multiusos de Gondomar. Os açorianos vão enfrentar o Sporting de Espinho nas meias-finais, dia 19 de Setembro.

Com um lugar já garantido nas semifinais da competição – tal como o conjunto lisboeta –, faltava decidir quem ganharia a Série B.
No primeiro set, e com Antony Gonçalves no serviço, a Fonte do Bastardo ganhou vantagem (8-5), que conseguiu prolongar no tempo (12-9), então com um bloco de Hélder Spencer. Outro bloco, mas este de Bruno Jesus, logo seguido de um ataque eficaz (15-10) fez soar o botão de alarme dos sportinguistas.
Antony estava endiabrado no ataque e o bloco leonino não conseguia suster o seu ímpeto (20-15).
Um erro no ataque causou uma certa desorientação nas hostes açorianas (22-20) e João Coelho foi obrigado a pedir tempo para se reorganizarem. Bruno Cunha concretizou no ataque o 23-21, mas os leões igualaram (24-24) e acabaram por dar a volta ao jogo e ao resultado, triunfando por 26-28.

A Fonte do Bastardo voltou a entrar melhor (3-1, 10-6) no segundo set. Dois blocos consecutivos de Hélder Spencer catapultaram os terceirenses no marcador (15-9). Um amorti de Caíque Silva pôs a nu algumas debilidades defensivas dos leões (18-10).
A entrada em campo de Miguel Maia empolgou os jogadores leoninos, que galgaram terreno (21-16), mas era tarde demais e Hélder Spencer selou, com um ataque, o triunfo dos açorianos: 25-18.

No terceiro set, a Fonte do Bastardo voltou a tomar em mãos as rédeas do jogo (10-7, 14-10). Dois serviços de Victor Pereira aproximaram (14-12) os pupilos de Gersinho. Contudo, Hélder Spencer mostrava-se inconformado e com as suas acções ofensivas e defensivas na rede voltou a impulsionar a sua equipa (20-16).
Dando a ideia de estar algo descrente, seria a equipa leonina que acabaria por selar o triunfo do seu adversário com um erro no serviço: 25-20.

O quarto set foi totalmente dominado pelo Sporting CP (9-13, 13-19) e a reacção dos açorianos aconteceu mas pecou por ser tardia: 20-25.

No set decisivo, a Fonte do Bastardo chegou-se à frente (4-1), mas o Sporting CP respondeu bem (4-4). Novamente a formação açoriana a liderar o marcador (9-6). Um bloco de Bruno Cunha manteve a equipa insular na liderança (12-9). A vitória por 15-13 foi sofrida mas justa pela forma como decorreu o parcial.

João Coelho (Treinador da AJ Fonte do Bastardo): "Uma vitória sofrida mas inteiramente justa pela forma como os jogadores se bateram até ao fim. Tivemos alguma precipitação no primeiro set e não conseguimos gerir até ao final a vantagem que tínhamos. Depois, a maior experiência e o maior leque de opções do nosso adversário deu-lhes uma frescura que nós não possuíamos, sobretudo a partir do momento em que tivemos aquele azar com o Rui[Moreira], que até tinha entrado muito bem no jogo.
Ainda falta muito para terminar a Supertaça. Agora, vamos ter uma dura viagem pela frente, mas faremos tudo para continuar a dignificar a modalidade".

A Fonte do Bastardo vai então enfrentar o Sporting de Espinho, 2º classificado da Série A, estando este jogo das meias-finais agendado para as 19h00 (18h00 nos Açores) do próximo sábado, 19 de Setembro, também em Gondomar. Na outra partida da semifinal enfrentam-se SL Benfica (1º na Série A) e Sporting CP.

A final da Supertaça Masculina de Voleibol 2020 está marcada para as 15h00 (14h00 nos Açores) de domingo, 20 de Setembro.

Supertaça Masculina

Série A
1ª Jornada – 11/09/2020
AA São Mamede 0x3 SL Benfica (11-25 / 14-25 / 13-25)

2ª Jornada – 12/09/2020
SC Espinho 3x0 AA São Mamede (25-21 / 25-22 / 25-21)

3ª Jornada – 13/09/2020
SL Benfica 3x0 SC Espinho (25-17 / 25-20 / 25-18)

Série B
1ª Jornada – 11/09/2020
Leixões SC 0x3 AJ Fonte do Bastardo (20-25 / 15-25 / 20-25)

2ª Jornada – 12/09/2020
Sporting CP 3x0 Leixões SC (25-15 / 25-13 / 25-21)

3ª Jornada – 13/09/2020
AJ Fonte do Bastardo 3x2 Sporting CP (26-28 / 25-18 / 25-20 / 20-25 / 15-13)

domingo, 13 de setembro de 2020

Supertaça Fem.: Tanto equilíbrio pendeu para o lado Famalicense

Foto: AnaPinto/Matosinhosport
Ao rubro está a Supertaça Feminina e as coisas dificilmente poderiam estar mais emocionantes.
Na sua estreia na prova, o Clube Kairós perdeu frente ao AVC Famalicão por 2-3, ficando as famalicenses com a esperança de passagem à final. Tudo ficará decidido hoje, quando as açorianas defrontarem o Porto Vólei, pelas 15h00 (14h00 nos Açores), na Nave Costa Pereira e em direto no Facebook da Federação Portuguesa de Voleibol.

O jogo foi bastante equilibrado, com as duas equipas a alterarem no marcador. No final, venceu o conjunto de Famalicão pelos parciais de 25-21, 22-25, 27-25, 23-25 e 12-15.

Para se apurar, o Clube K precisa obrigatoriamente de vencer: se for por 3-2, precisa de fazer contas com os adversários, se for por 3-0 ou 3-1 estará na final frente à AJM/FC Porto.

sábado, 12 de setembro de 2020

Boa réplica insuficiente para ultrapassar a Ala de Gondomar

No segundo jogo de acesso à I Divisão Masculina, o Clube Desportivo "Os Marienses" teve pela frente a Ala de Nun' Álvares de Gondomar.
Depois da derrota no dia anterior, os pupilos de David Reis apresentaram-se em grande plano, embora ainda que insuficiente para ultrapassar a turma de Gondomar que venceu por 0-3.

Começo auspicioso do Marienses que abriu logo uma vantagem inicial de 5-1, o que obrigou ao técnico do Gondomar a pedir um desconto de tempo. Tempo este que surtiu efeito, já que a Ala deu a volta ao marcador e foi gerindo até final, pese embora a boa réplica da turma de Santa Maria para encurtar distâncias. Parcial de 18-25 a favor da Ala de Nun' Álvares de Gondomar.

O segundo set começou equilibrado, mas aos 5-6 a Ala distanciou-se no marcador. O Marienses nunca baixou os braços e correu atrás do prejuizo. A turma de David Reis colheu os seus frutos ao igualar aos 17-17, mas o Gondomar fez valer da sua maior experiência e acabou por voltar a cavar distância, fechando com parcial de 20-25.

No terceiro set, nenhuma das duas equipas conseguiu descolar verdadeiramente no marcador, registando-se um equilibrío até aos 15 pontos. A partir daí, o Ala de Nun' Álvares abriu uma vantagem de 3 pontos que foi gerindo até ao fim. Resultado de 20-25 e vitória para a turma de Gondomar por 0-3.

O CD Marienses volta a entrar em acção no próximo fim-de-semana. Os comandados de David Reis terão pela frente o GC Santo Tirso (Sexta-Feira, dia 18 de Setembro) e a AA Espinho (Sábado, dia 19 de Setembro).


Jogos de Acesso à I Divisão Masculina

1ª Jornada – 11/09/2020
GC Santo Tirso 0x3 Ala de Nun’ Álvares de Gondomar (20-25 / 23-25 / 20-25)
CD Marienses 0x3 CD Póvoa (5-25 / 13-25 / 12-25)


2ª Jornada - 12/09/2020
CD Marienses 0x3 Ala de Nun' Álvares de Gondomar (18-25 / 20-25 / 20-25) 


3ª Jornada - 13/09/2020
Ala de Nun' Álvares de Gondomar x CD Póvoa
AA Espinho x GC Santo Tirso

ADREP despede-se da Fase Final com derrota

Em Matosinhos, a equipa feminina da Associação Desportiva e Recreativa Escolar Praiense perdeu frente ao SL Benfica, por 3-0, no segundo jogo da Série B da liguilha de acesso ao Campeonato Nacional da I Divisão.

Num jogo entre duas equipas com objetivos completamente distintos, a formação encarnada não teve problemas de maior para ultrapassar as terceirenses pelos parciais de 25-6, 25-7 e 25-9.

Num formato onde os dois primeiros classificados de cada grupo (Série A e B) ficam apurados para os jogos decisivos do próximo fim-de-semana, a ADRE Praiense sabe que fica desde já arredada da competição, posicionando-se na terceira posição do seu grupo, frutos das 2 derrotas averbadas.

A turma da Praia da Vitória vira agora as suas atenções para a Zona Açores do Campeonato Nacional da II Divisão que tem início no fim de semana de 10 e 11 de Outubro.

Jogos de Acesso à I Divisão Feminina

Série A
1ª Jornada – 11/09/2020
Lusófona VC 1x3 SC Espinho (25-23 / 20-25 / 24-26 / 19-25)

2ª Jornada – 12/09/2020
CS Madeira 3x1 Lusófona VC (31-29 / 24-26 / 25-17 / 25-21)

3ª Jornada – 13/09/2020
SC Espinho x CS Madeira
Série B
1ª Jornada – 11/09/2020
ADRE Praiense 0x3 Vitória SC (15-25 / 11-25 / 14-25)

2ª Jornada – 12/09/2020
SL Benfica 3x0 ADRE Praiense (25-6 / 25-7 / 25-9)

3ª Jornada – 13/09/2020
Vitória SC x SL Benfica

ADRE Praiense derrotada no primeiro jogo oficial da época


A equipa da Associação Desportiva e Recreativa Escolar Praiense entrou na nova época com uma derrota frente ao Vitória Sport Clube.
No primeiro jogo da Série B de acesso à I Divisão Feminina, a turma da Praia da Vitória saiu derrotada por três sets a zero.

No primeiro jogo oficial foi notório algum nervosismo de parte a parte, mas ponto a ponto ambas as equipas estabilizaram o seu jogo, e foram as vitorianas que levaram a melhor, vencendo os dois primeiros sets por claros 15-25 e 11-25.
Com uma vantagem confortável, o técnico vimaranense rodou a sua equipa e permitiu a todas as jogadoras a oportunidade de dar o seu contributo. A ADREP bem tentou mudar o rumo dos acontecimentos e forçar, pelo menos, mais um set, mas, ainda assim, o terceiro e último set foi ganho pelo Vitória SC pelo parcial de 14-25, selando o resultado final em 0-3.

Hoje, pelas 15h00 (14h00 nos Açores), a ADRE Praiense defronta o SL Benfica, numa partida que pode acompanhar em directo na página do Youtube da Volei TV.

Jogos de Acesso à I Divisão Feminina

Série A
1ª Jornada – 11/09/2020
Lusófona VC 1x3 SC Espinho (25-23 / 20-25 / 24-26 / 19-25)

2ª Jornada – 12/09/2020
CS Madeira x Lusófona VC

3ª Jornada – 13/09/2020
SC Espinho x CS Madeira

Série B
1ª Jornada – 11/09/2020
ADRE Praiense 0x3 Vitória SC (15-25 / 11-25 / 14-25)

2ª Jornada – 12/09/2020
SL Benfica x ADRE Praiense

3ª Jornada – 13/09/2020
Vitória SC x SL Benfica